rock underground tagged posts

O CENÁRIO RICO E EXPORTADOR DE PERNAMBUCO

Uma roda viva que sempre se renova a cada década. A reciclagem do antigo. A produção do novo. Um espaço onde o erudito, o de rua, o peso e a leveza  fazem parte de uma mesma atmosfera. Essa mistura de sons e ritmos, de criatividade borbulhante, não teria como nascer em outro local que não fosse Pernambuco. O Estado é terra prima para semear arte. De povo que valoriza o chão que pisa. De gente que valoriza a sua identidade no palco.

Com a cena underground não é diferente. Ela nasce de todo projeto de música que se inicia. Seja o som do frevo, do rap ou o do rock, a essência underground está presente: abaixo do chão, aquilo que ainda não tem preço, não tem visibilidade. O Brasil como um todo trouxe esse cenário de forma mais retardatária do que em outros países, em Pernambuco ainda houve um atraso maior.

Read More

O HEAVY METAL DA NOSSA TERRA PRIMA

Formada em 2004, Terra Prima é o Heavy Metal consagrado do Estado e que tem ganho o mundo. Composta por cinco componentes, a banda tem um disco gravado em estúdio e um CD Promo. Atualmente, os músicos estão em processo de composição das músicas para seu segundo álbum e já planejam a nova turnê.

Partícipe da cena Rock Underground de Pernambuco, o grupo traça uma carreira de dez anos, que aos poucos conquistou seu público e construiu o seu espaço. Em entrevista exclusiva para o nosso portal, o vocalista da Terra Prima, Daniel Pinho, contou que o começo do trajeto para qualquer banda é muito penoso e de sacrifícios, só consegue chegar a um nível mais elevado quem se esforça e estuda. “Quando o Terra Prima tocava em pequenas casas de show a gente já tinha certeza de que não iria ter ganhos, só perdas. Eu acho que independentemente da dificuldade do início, é importante manter a união do grupo. Prezamos muito por isso, nós acabamos virando uma família no fim das contas”, disse o vocalista.

Banda Terra Prima abrindo o show do Iron Maiden em Recife

Banda Terra Prima abrindo o show do Iron Maiden em Recife

Read More

A FALTA DO QUE OS MOVE, A FALTA DA PRODUÇÃO CRIATIVA

A ausência de espaço e apoio para as novas bandas é uma das principais críticas do cenário do Estado. Mas a problemática não faz parte do todo. O todo que faz parte do principal problema, a ausência do novo na atual geração.

“Não estou interessada na maneira como as pessoas se movem, mas no que move as pessoas.” Assim dizia, Pina Bausch, um ícone da dança contemporânea e revolucionária ao abolir o ballet para criar o teatro-dança. Bausch influenciou inúmeros artistas no mundo todo e deixou viva sua marca até hoje.

Assim como ...

Read More

O UNDERGROUND QUE CURTIMOS, MAS NÃO CONHECEMOS

É difícil a compreensão do gênero underground para os que se intitulam como não adeptos. Consumimos tudo o que a mídia nos expõe e caracterizamos os nossos gostos a partir dessa comercialização. Sabemos bem identificar os estilos das “top parade” das rádios. Até o que não curtimos, passamos a aceitar como boa música, devido à insistência da sua divulgação. Já o que não possui apelo comercial, passa despercebido. Ouvimos o rock underground, cantamos suas músicas, vamos a shows, mas ao sermos perguntados se ouvimos este gênero, a primeira resposta que vamos obtiver é o “não”.

Este gênero vai além de um estilo musical, ele agrega vários tipos de sonoridades do rock, que atrai a todos os públicos. A diferença na sua distinção parte do seu principio: a música underground não possui nenhum recurso comercial. Desde o seu surgimento, ela conquistou um grande público, sem obtiver nenhum apelo nos veículos de comunicação e publicidade de massa. São incorporadas as bandas iniciantes, todos os gêneros de música e  toda a concepção de criação.

Read More

VÍDEOS

Daniel Pinho (vocalista), Diego Veras (guitarrista), Otávio Mazer (guitarrista) e Thiago Guima (baterista) conversam conosco e explicam um pouco sobre a origem da banda, o relacionamento pessoal entre eles, a vida profissional da banda, rotina de turnês, merchandising e propaganda e participações especiais no seu disco.

Read More